Como se filiar

Normas para filiação à COMEMDV.

Página em reformulação. Por favor, aguarde…

Novas filiações:  serão reabertas a partir de agosto/2019.

Serão divulgadas nesta página todas as informações e documentações necessárias.

 


Etapas do processo de filiação

  1. Orientação ao candidato sobre a COMEMDV.
  2. Apresentação de documentação.
  3. Entrevista do ministro juntamente com a esposa.
  4. Aprovação pelo Conselho Geral.
  5. Pagamento da anuidade.
  6. Apresentação em Assembleia Convencional.

Art. 3º – São filiados desta Convenção após receberem parecer favorável do Conselho Geral:

I – Ministros do evangelho que solicitarem voluntariamente a sua inscrição, desde que comprovem ser devidamente ordenados ou consagrados, possuidores de carta de apresentação expedida por sua igreja ou ministério;

II – Ministérios que solicitarem voluntariamente a sua inscrição através do seu representante legal;

III – Igrejas evangélicas quando solicitadas através do seu representante legal.

Parágrafo 1º – Consideram-se ministros do evangelho os cargos eclesiásticos de pastor, evangelista e presbítero.

Parágrafo 2º – Os ministros que não possuem documento de ordenação/consagração poderão obtê-lo pela Convenção após análise do Conselho Geral.

Parágrafo 3º – A pedido dos pastores filiados poderão ser separados como obreiros os candidatos a Diácono e Diaconisa para ocuparem os referidos cargos em suas igrejas, porém os mesmos não poderão se filiar a Convenção.

Parágrafo 4º – Os procedimentos que trata o parágrafo acima estão previstos no anexo III deste regimento.

Parágrafo 5º – Todos os filiados têm iguais direitos e deveres, não havendo categorias com vantagens especiais.

Fonte: Regimento interno da COMEMDV