A política externa deve ser guiada pela fé cristã, defende Ministro

A aproximação entre Brasil e Israel seria um exemplo dessa nova política internacional.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse aos alunos recém-chegados ao instituto Rio Branco que a política externa do Brasil deve ser marcada pela “fé cristã”.

A afirmação foi feita após ser questionado por um dos alunos sobre quais características considera importantes para a formulação da política externa nacional.

“Acho que antes de mais nada, uma questão que tem a ver é a questão da fé cristã que eu acho que é algo determinante para vida de 80%, 90% dos brasileiros e que nunca encontrou, durante muito tempo, nunca encontrou nenhum espaço na vida política que cada vez mais está procurando esse espaço”, respondeu.

Um exemplo dessa política seria a aproximação do país com Israel, uma parceria que envolve também interesses com tecnologia de segurança e defesa, além da própria questão religiosa.

Araújo acredita que “o povo brasileiro, que tem valores conservadores e que não se sentia representado, hoje tende a se sentir um pouco mais representado pelo seu governo”.

Fonte: Gospel Prime

Comemdv

Apoiar o desenvolvimento e crescimento das igrejas e ministérios independentes.

%d blogueiros gostam disto: